Qual a diferença do vinho tinto para o vinho seco

Algumas pessoas que ainda não conhecem muito bem o mundo dos vinhos, têm certa dificuldade em entender quais são os principais critérios e características que diferenciam o vinho seco e o suave. E se você é uma dessas pessoas, não se preocupe, pois vamos te ajudar com isso. 

Mas afinal, você sabe porque é assim tão importante conhecer as principais diferenças entre vinho seco x vinho suave? Muitos querem aprender sobre os tipos de vinhos apenas por questão de etiqueta, mas a verdade é que todo mundo deveria saber um pouco mais sobre os vinhos e suas harmonizações. 

Pois é exatamente por conta da harmonização que saber diferenciar um vinho seco de um vinho suave é importante, visto que cada tipo de vinho irá combinar melhor com cada tipo de refeição. Inclusive, você sabia que em um mesmo jantar é possível tomar 3 ou mais vinhos diferentes? 

Isso porque o vinho que acompanhará a entrada do jantar não será o mesmo vinho que irá acompanhar o prato principal ou a sobremesa. Então, se você estava pretendendo dar um jantar mais elegante, saiba que a primeira coisa que deve fazer é aprender a diferenciar um bom vinho suave de um bom vinho seco.

O que este artigo aborda:

Qual a diferença do vinho tinto para o vinho seco Qual a diferença do vinho tinto para o vinho seco
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Qual a diferença do vinho tinto para o vinho seco?

Se você quer aprender mais sobre as principais diferenças que existem entre esses dois tipos de vinhos para poder arrasar no jantar que pretende dar, continue lendo este post e aprenda tudo que precisa sobre este assunto!

Vinho suave

O vinho suave é aquele que costuma agradar a grande maioria das pessoas, principalmente aquelas que não possuem muito conhecimento sobre vinhos ou são iniciantes ainda neste mundo, visto que esse tipo de vinho contém mais açúcar, então é um pouco mais docinho e agradável ao paladar.

Para que um vinho seja considerado suave, é preciso que ele contenha mais de 25 gramas de açúcar a cada litro (norma estabelecida pela legislação brasileira). Por conta de ser bem doce, os vinhos suaves geralmente não apresentam aroma ou textura muito marcantes, pois o açúcar costuma se sobressair.

As uvas que são utilizadas na produção de um vinho suave são a uva de mesa ou a uva americana, aquelas uvas que costumamos consumir in natura mesmo.

Quando o vinho suave começa a ser produzido, uma pouca parte das leveduras contidas na uva são transformadas em álcool, de modo que a maior parte se mantenha como açúcar, a fim de deixar o vinho mais adocicado. Em alguns casos, ocorre a adição de açúcar para que o vinho fique ainda mais doce.

Vinho seco

Para que um vinho seja considerado vinho seco, ele deve ter apenas 4 gramas de glicose por litro, isso significa que a principal característica deste delicioso vinho é a quantidade de açúcar que ele apresenta. 

Depois que o vinho passa por todo o processo de fermentação, as leveduras transformam grande parte do açúcar presente na bebida, em álcool. Quando este processo termina, é quando o vinho é classificado, ou seja, se na bebida tiver menos de 4 gramas de açúcar por litro, ele é um vinho seco.

Geralmente, as uvas que são usadas para a fabricação de um vinho seco são as americanas ou viníferas, além disso, ao fim do processo, não a adição de nenhum tipo de açúcar, sendo que o pouco e leve adocicado que fica no vinho, é açúcar da própria uva.

Mas, não pense que para por aí. Existem muitos tipos de categorias de vinho seco, e caso você ainda não esteja acostumado com o sabor desta bebida, aconselhamos que comece com sabores mais delicados e, com o tempo, passe para os mais intensos e amadeirados.

Demi-sec

Por fim, é interessante falarmos brevemente sobre o vinho demi-sec, ou meio seco como é conhecido por algumas pessoas. Este vinho é perfeito para quem está começando a fazer a transição do vinho suave para o vinho seco, pois é uma mistura harmoniosa e muito agradável dos dois. 

O nível de açúcar presente em um demi-sec fica entre as 4 gramas e as 25 gramas por litro, não importando se os níveis de açúcar estão mais próximos dos 4 gramas ou dos 25 gramas. 

Além do mais, o sabor de um vinho meio seco costuma ser mais frutado e, geralmente, são excelentes vinhos para acompanhar a sobremesa em um jantar, dependendo do tipo de sobremesa que for servida.

Agora que você já sabe quais são as principais diferenças entre o vinho seco e o vinho suave, e também conhece um pouco mais sobre o vinho meio seco, pode preparar o seu jantar elegante tranquilamente, pois com certeza saberá escolher o vinho certo para acompanhar a entrada, o prato principal e a sobremesa, oferecendo uma refeição muito harmoniosa e agradável para seus convidados.

Para saber mais sobre qual a diferença do vinho tinto para o vinho seco, veja o vídeo do canal Conversa com Vinho.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Qual a diferença do vinho tinto para o vinho seco"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.