O que um assessor de imprensa faz?

Um assessor de imprensa faz diversas funções essenciais. Afinal, o cuidado com a reputação de uma marca ou empresa é imprescindível para seu bom posicionamento no mercado.

Pois, assim aumenta o seu reconhecimento e, logo, melhora os ganhos financeiros da empresa. 

Em um mundo em que a internet é parte fundamental do cotidiano, esse cuidado precisa ser redobrado.

Com o avanço das redes sociais, tudo acontece de forma muito rápida e intensa, e uma opinião mal colocada pode trazer prejuízos enormes para marcas.

E é nesse cenário que entra o trabalho de um bom assessor de imprensa.

Muitos ainda podem enxergar a assessoria de imprensa como a responsável por fazer a ponte entre a empresa ou pessoa pública e grandes meios de comunicação, além de organizar coletivas de imprensa.

Mas não é apenas isso. Com a internet, o olhar para o mundo digital e a produção de conteúdos deu outra cara para as atividades da assessoria.

O que este artigo aborda:

O que um assessor de imprensa faz O que um assessor de imprensa faz
Pin It

Fonte da imagem: Pixabay

Quais são as funções de um assessor de imprensa?

Empresas e profissionais de diversos segmentos podem se beneficiar com a contratação de um assessor de imprensa.

Podemos definir, então, a assessoria de imprensa como a área da comunicação responsável por consolidar imagens e reputações. O objetivo é melhorar, ampliar ou construir a imagem da pessoa, entidade ou organização na mídia.

É essencial ressaltar que quando falamos de mídia, estamos tratando tanto dos veículos mais tradicionais – TV, rádio, jornal e revista impressa -, quanto das novas – portais, mídias sociais, entre outras.

A mídia digital, inclusive, é um grande palco para esse crescimento. Além do que será propagado pelos grupos de comunicação. A opinião pública tende a reverberar na imagem da empresa.

Por isso, é essencial estar atento a isso.

É nas redes sociais que as pessoas trocam ideias sobre boas ou más experiências sobre o que consumiram. Desta forma, o ideal é manter a boa imagem nesse meio.

Diferente da publicidade, a assessoria de imprensa visa conseguir mídia espontânea – e não paga – para o conteúdo proposto, e nada pior para a imagem do que uma mídia problemática.

Mesmo com tantos pontos positivos em poder contar com essa área da comunicação, algumas empresas e pessoas públicas ainda são resistentes em ter um assessor de imprensa mediando essas situações.

Esse é um risco que não vale a pena correr. Pois, por mais que pareça uma boa economia de dinheiro à primeira vista, pode ter resultados desastrosos, com consequências no curto, médio e longo prazo.

Um posicionamento mal escolhido pode arruinar para sempre sua imagem e, assim, gerar danos financeiros muito maiores do que o que seria gasto com um assessor.

Conheça algumas profissões em que os trabalhos que são home office.

O que um assessor de imprensa faz?

A um bom tempo, a atuação do profissional de assessoria de imprensa não fica mais restrita a mediar a relação entre marcas e jornalistas.

Embora esse ramo ainda exista, um assessor tem muitas outras atividades no dia a dia.

Então, entenda algumas funções que um assessor de imprensa faz no dia a dia.

Elaboração de estratégias

Toda comunicação que deseja ter resultados efetivos precisa ter um bom planejamento.

Estratégias mal traçadas e desesperadas – que atiram informações sobre o cliente para todos os lados, sem se preocupar com quem irá atingir – não têm nenhum retorno.

Além disso, ainda podem gerar insatisfação e frustração de todos os lados.

Portanto, antes de fazer o contato com os veículos de mídia, é preciso saber o que se deseja falar (pauta), para onde essas informações serão concedidas (tipo de veículo) e quem terá interesse em recebê-las (público alvo).

Com esses três pontos alinhados entre o assessor e o cliente, fica muito mais fácil dar seguimento nas ações pensadas.

Uma área em que este tipo de estratégia de assessoria de imprensa é muito usada é no marketing de influência.

Acompanhamento de entrevista

Para tornar o conteúdo disponibilizado mais atrativo, é comum que as assessorias de imprensa ofereçam o contato com algum porta voz que possa conceder entrevistas para os jornalistas interessados.

É o assessor que vai combinar mais detalhes sobre a pauta, como o que será conversado, onde irá acontecer a entrevista (seja lugar físico ou plataforma remota), quando será feita, entre outros detalhes.

Entretanto, não termina por aí. O profissional também é responsável por orientar o porta-voz da instituição ou a figura pública que concederá a entrevista para que essa pessoa se saia bem e não se perca nos assuntos.

Descuidar dessa parte da responsabilidade pode ser desastroso. Não é raro vermos celebridades ou dirigentes de grandes empresas darem declarações polêmicas ou incorretas e depois precisarem se retratar publicamente.

Acontece que, principalmente nos casos de empresas menores ou no início da atuação, isso pode ter efeitos permanentes e se refletir nos resultados e lucros da marca.

Cuidar do Follow up

Tarefa diária e indispensável, o follow up é o que mantém o assessor de imprensa em contato com jornalistas e veículos de comunicação.

É por meio desse contato que se estabelecerá uma relação profissional de confiança e que será possível se destacar em meio a tantas outras marcas e conteúdos.

No momento do follow up, que geralmente acontece por ligação, o assessor de imprensa consegue sugerir pautas, entrevistas, confirmar o recebimento de e-mails, informações, entre outros.

Elaboração de press releases

Falando em pauta, é por meio do press release que o assessor consegue pautar a comunicação e fazer com que o segmento da empresa ou pessoa que ele representa fique em evidência.

O press release é um tipo de texto que visa divulgar notícias, acontecimentos, eventos e informações em geral sobre determinado tema.

Ele contém os principais tópicos sobre o assunto e deve instigar o jornalista que o receberá a querer saber mais e elaborar uma matéria em cima do que foi tratado.

Por isso, precisa ser bem escrito e cativante.

O que é necessário para ser assessor de imprensa ou contratar o serviço?

Para ser um assessor de imprensa é preciso, acima de tudo, muita responsabilidade.

Esse profissional será responsável por moldar e consolidar a imagem de uma empresa, então não podem haver brechas para erros.

Em segundo lugar, é indispensável saber se comunicar bem, de forma clara e objetiva.

Pois, não se pode deixar espaços para más interpretações que possam manchar a reputação conquistada.

Também é preciso gostar de pessoas e de entender o que elas fazem, quais suas qualidades e pontos fracos. Para, em seguida, prestar atendimento personalizado e humanizado.

Em suma, o mais comum é que os profissionais de assessoria de imprensa sejam formados nas áreas de comunicação social, como jornalismo e relações públicas. Contudo, também existem cursos que envolvem as atividades citadas.

Para quem quer contratar uma assessoria de imprensa, é preciso estar atento a todos esses pontos, além de ter contato com trabalhos anteriores do profissional ou empresa que será escolhida.

Afinal, é o crescimento da sua marca ou empresa que está em jogo. Então melhor evitar problemas que possam gerar danos ao que levou tempo para ser construído.

Conclusão

Em suma, um assessor de imprensa é essencial para exercer diversos tipos de funções que exigem qualificação profissional.

Por isso, a assessoria de imprensa é uma profissão fundamental para diversos segmentos do mercado.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "O que um assessor de imprensa faz?"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.