Como fazer para orquídea dar flor: 4 dicas

Você está com dificuldade para fazer a sua orquídea dar flor? Sem dúvidas, esta é uma espécie muito bonita para enfeitar casas e jardins de forma geral. Mas, ao mesmo tempo, muitas pessoas tem dificuldades e dúvidas sobre como fazê-la florescer.

E se este for o seu caso, fique tranquilo. Hoje explicaremos as principais informações sobre como fazer para orquídea dar flor. Veja a seguir tudo o que você precisa saber sobre essa espécie. Entenda do que ela gosta para se desenvolver, quais os locais mais indicados para ela ficar e as melhores condições para que ela dure por muito tempo.

O que este artigo aborda:

Como fazer para orquídea dar flor Como fazer para orquídea dar flor
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

O que é bom para florir orquídea?

Em primeiro lugar, de acordo com o site Florificando, é muito importante ter em mente que pequenos detalhes fazem toda a diferença. Assim sendo, adotando algumas estratégias no cultivo de sua orquídea, os resultados serão excelentes. Veja abaixo algumas das principais.

Lugar certo

Uma aposta certeira para sua orquídea dar flor é colocá-la em um local onde ela se sinta bem. De forma geral, um ambiente arejado, com boa incidência solar, faz toda a diferença neste sentido. Assim, uma dica bacana é testar diferentes lugares para a sua planta e ver onde ela pode se adaptar e se desenvolver melhor.

Cuidados constantes

Lembre-se que, assim como qualquer outra planta, a orquídea é um organismo vivo. Assim, ela precisa ser limpa de forma periódica, tirando galhos velhos, sujeiras e impurezas. Isto é muito importante sobretudo para as plantas que ficam em ambientes internos. Além disso, também é preciso regá-la com frequência, além de adubá-la quando necessário.

Respeitar o seu ciclo

Uma coisa importante com relação às suas orquídeas é que, muitas vezes, você pode dar um tempo para ela. Esta é uma planta que tem seu próprio ciclo de desenvolvimento e renovação. Assim sendo, experimente esperar um certo tampo para que a espécie consiga concluir seu processo de recuperação. Isto, claro, sem deixar de lado os cuidados básicos.

Como fazer para orquídea dar flor?

Para além das dicas e cuidados básicos citados acima, existem algumas outras atitudes muito importantes para orquídea dar flor. Dessa forma, veja a seguir estratégias que farão toda a diferença para a sua planta, contribuindo muito para o seu desenvolvimento.

1. Use um adubo de qualidade

Antes de tudo, tenha em mente que um solo devidamente adubado faz toda a diferença para o desenvolvimento de sua orquídea. Mas, neste sentido, você deve dar uma atenção especial ao tipo de adubo que utilizará para a planta.

Basicamente, há dois tipos de adubo principais para ela: o mineral (conhecido como NPK) e o orgânico. A principal diferença entre os dois é a frequência de aplicação, sendo que o primeiro precisa ser usado em um intervalo de tempo maior do que o segundo. Ao fazer isso de forma certa, o florescimento de sua orquídea estará garantido.

2. Aplique nutrientes

Lembra que falamos que as plantas são organismos vivos? Pois é, por isso elas também precisam de nutrientes para se desenvolver. Assim sendo, para a sua orquídea dar flor, o mais importante é contar com elementos como o Nitrogênio, o Fósforo, o Potássio e o Boro.

A boa notícia é que você pode comprá-los em lojas especializadas. Mas aqui vai uma dica bem importante. Antes de aplicar esses nutrientes na terra onde sua orquídea estiver plantada, leia com cuidado suas instruções. Afinal de contas, você precisa fazer isso da forma certa para que ela floresça e se desenvolva adequadamente.

3. Entenda o tipo da orquídea

Pois é, a orquídea é uma espécie tão versátil que possui vários tipos diferentes. E cada um deles possuem suas particularidades em termos de cuidado e florescimento. Assim sendo, uma boa dica é conversar com um profissional especializado para descobrir quais os mais indicados para o cultivo.

Isto porque, dependendo da espécie de orquídea que você adquirir, a quantidade de água, luz solar e adubo vai variar. Por isso preste atenção nesse tipo de aspecto e com isso você poderá escolher a melhor espécie para que floresça rapidamente.

4. Saiba qual é a luminosidade certa

Bom, não importa o tipo de orquídea que você escolher, a luminosidade é um aspecto muito importante. Essa espécie de flor necessita de iluminação natural para se desenvolver da melhor forma possível. Mas, nesse caso, a luz solar não pode incidir diretamente sobre ela, nem de maneira constante. Assim sendo, como realizar esse processo de forma certa?

Não se preocupe! O mais importante é garantir que ela receba luz natural devidamente protegida e em momentos específicos do dia. Você não precisa expor sua orquídea diretamente ao sol, já que ela pode contar com luz indireta para se desenvolver. Por isso, aproxime-a de locais com claridade alguns momentos durante o dia para seu florescimento.

O que fazer para a orquídea florir mais rápido?

As dicas e conselhos acima dão um bom panorama para que a sua orquídea possa dar flor a médio prazo. Mas será que é possível fazer com que ela floresça mais rápido? Neste caso, seguir as dicas e estratégias abaixo pode te ajudar neste sentido.

1. Turbine sua orquídea no período de floração

Dependendo da espécie que você tiver, o período de floração ocorrerá em uma época do ano específica. Por isto informa-se sobre quando ele acontece para sua orquídea, e quando estiver perto dessa época estimule-a. Para isso, conte com o uso de adubo, maior exposição a luz solar e regas periódicas. Assim você vai ver que, em pouco tempo, a orquídea irá florir mais rápido.

2. Substrato e vitaminas

Muitas vezes, estes dois aspectos passam desapercebidos por muitas pessoas. Afinal de contas, em tese todas as vitaminas que a orquídea precisa estão em seu adubo. Além disso, o substrato pode durar anos após ser aplicado no solo da planta.

Mas em alguns casos, sobretudo dependendo da espécie de orquídea utilizada, este pode não ser o caso. Assim, experimente trocar o substrato de suas flores, sobretudo se sua floração estiver mais demorada. Além disso, consulte lojas especializadas para ver que tipo de vitaminas você pode comprar separadamente e turbinar o desenvolvimento da espécie.

3. Atenção especial as questões climáticas

Existem espécies de orquídeas que preferem épocas mais quentes, enquanto outras se dão melhor no frio. Então, escolher um tipo de planta que se adapta melhor ao clima da região fará toda a diferença para um florescimento mais rápido e eficiente.

Assim sendo, consulte um profissional especializado e informe-se sobre o tipo de orquídea que melhor se adapta às condições climáticas de sua região. Depois, é só investir nessa espécie e adotar os cuidados acima para uma floração mais rápida e garantida.

Perguntas frequentes

Agora vamos esclarecer algumas dúvidas bastante recorrentes a respeito das orquídeas e do seu florescimento. Confira!               

Orquídeas podem ser plantadas em vaso com terra?

Esta é uma dúvida bastante recorrente e que pode causar uma certa confusão. Afinal de contas, as orquídeas são consideradas espécies epífitas. Ou seja, que se desenvolvem sobre outras plantas ao invés de ficar na terra.

No entanto, existem certos tipos dessa planta que podem ser plantados diretamente em vasos sem problemas. Dessa forma, o mais indicado é informar-se sobre qual é o tipo de orquídea que você está adquirindo, e se ela pode ir para a terra. Caso positivo, poderá cultivá-la dessa forma sem nenhum problema.

Orquídeas podem ficar no quarto?

Para muitas pessoas, ter uma flor de diferentes espécies em seu espaço pessoal é uma ótima ideia.  E se você também pensa assim, saiba que pode ter orquídeas em seu quarto sem nenhum problema. No entanto, é importante levar em consideração alguns cuidados para tanto.

Em primeiro lugar, é muito importante não descuidar da questão da luminosidade. Ainda que de forma indireta, a planta precisa receber luz solar periodicamente. Além disso, você também precisa regá-la periodicamente e adubá-la com as devidas vitaminas. Por fim, tenha em mente que quanto mais ventilado for o ambiente, melhor para a sua espécie.

Orquídeas podem ficar no banheiro?

Embora os banheiros tenham algumas características diferentes de outros cômodos, orquídeas podem sem colocadas em banheiros. Mas é claro que, assim como em quartos, é preciso seguir alguns cuidados especiais para sua sobrevivência e desenvolvimento nesses espaços.

Neste sentido, você precisa de uma espécie que possa se adequar a umidade do ambiente. Por isso, consulte um profissional e veja qual é a melhor neste sentido. Além disso, ela também precisará de iluminação e irrigação de forma periódica.

Outro fator muito importante é colocá-la em um local estratégico, com ventilação constante. E ao cultivar orquídeas em banheiros, adubos minerais são os mais indicados. Eles estimularão a espécie a se desenvolver e florescer nas condições diferenciadas desse ambiente.

Orquídeas podem ficar no sol?

Esta é outra questão que também acaba gerando muitas dúvidas. Afinal de contas, as orquídeas são flores que gostam de sol. Mas ao mesmo tempo, fazem parte de uma espécie que não pode ter a incidência de luz solar direta. Caso contrário, não sobreviverão.

Assim sendo, o mais indicado é que você priorize locais que tenham claridade para colocá-las. Isto, claro, sem a presença direta de sol. Se for preciso, utilize formas de filtrar a luz solar, como pergolados, telas para sombreamento ou barreiras com outras plantas.

Orquídeas podem ficar na chuva?

Assim como várias outras plantas e espécies em geral, as orquídeas estão acostumadas a sofrer com intempéries do tempo. Dessa forma, é comum que várias de suas espécies possam ficar na chuva sem problemas. Mas é importante levar em conta alguns aspectos.

Se você mora em uma região onde há a presença de chuvas constantes, procure proteger as suas orquídeas para que não fiquem encharcadas. Além disso, caso recebam água da chuva seguidamente, não se preocupe com regas. Outra dica bacana é mantê-las em vasos de barro devidamente adubadas para que se desenvolvam adequadamente.

Orquídeas podem ficar no frio?

Infelizmente, de forma geral a orquídea é uma flor que não suporta temperaturas muito baixas. Mas há algumas espécies que são mais resistentes ao frio, como a Vanda e a Paphiopedilum. Mesmo assim, elas também podem sofrer estragos muito grandes abaixo dos 5 graus.

Assim sendo, se você vive em um local com temperaturas muito baixas, proteja suas orquídeas da melhor forma possível. Uma boa dica é contar com lonas para cobri-las, sobretudo nas épocas mais frias do ano. Isto vai garantir a preservação de suas células por mais tempo.

Qual o melhor tipo de adubo para orquídeas?

Os adubos e fertilizantes são fundamentais para o desenvolvimento adequado de suas orquídeas. Neste sentido, tanto os minerais quanto os orgânicos possuem bons benefícios. Mas nesses dois tipos alguns se destacam.

Com relação ao adubo mineral, o NPK 8-8-8- e o NPK 10-10-10 são os mais indicados para as orquídeas. Já se utilizar o tipo orgânico, aposte em farelo de algodão, farinha de sangue, esterco e lodo. Esses adubos costumam trazer excelentes resultados no desenvolvimento dessa espécie.

Pode usar casca de ovo em orquídeas?

Para muitas espécies de plantas, a casca de ovo é uma excelente forma de garantir um pleno desenvolvimento. E no caso das orquídeas, ela também pode ajudar bastante, já que conta com uma série de nutrientes para essa espécie.

No entanto, você deve estar atento a alguns aspectos importantes sobre ela. Como a casca de ovo tem uma grande quantidade de cálcio, o ideal é colocá-la junto com o seu adubo a cada 20 ou 30 dias. Dessa forma ela poderá cumprir com sua função de forma bem-sucedida.

Como fortalecer as raízes das orquídeas?

Existem alguns aspectos que podem ajudar muito no desenvolvimento das raízes de suas orquídeas. Neste sentido, o mais importante é cultivar as flores sobre outras plantas para que absorvam suas vitaminas e nutrientes.

Assim que começarem a desenvolver suas raízes, é hora de transplantá-las para vasos adubados e irrigados. Feito isto, a melhor forma de garantir que suas raízes se mantenham devidamente fortes e desenvolvidas é com substrato, luminosidade e vitaminas para a planta.

O que as orquídeas não gostam?

A resposta para esta pergunta é relativamente simples: a orquídea é uma espécie de planta que não gosta de excessos. Assim sendo, ela não tolera temperaturas muito elevadas ou baixas demais. Além disso, muita água, luz solar ou vento também pode danificar suas flores.

Então, o segredo está em proporcionar o equilíbrio perfeito para seu desenvolvimento. Isso inclui colocá-la em ambientes arejados, com claridade e temperatura ambiente. Mas claro, sem excessos que possam prejudicá-la de alguma forma.

O que fazer quando a orquídea não dá flor?

Quando isto acontece, o mais importante é você ter em mente que as orquídeas só irão florir se estiverem em perfeitas condições para isso. Assim sendo, caso estiverem estressadas, mal cuidadas ou com suas células comprometidas, não conseguirão se desenvolver.

Neste caso, existem algumas medidas de cuidado que você pode adotar em prol dessas plantas. Elas incluem os cuidados básicos de iluminação, irrigação constante, adubação e inclusão de vitaminas. Se mesmo assim ela não florescer, pode ser que sua orquídea esteja muito fraca ou danificada para isto.

Como saber se a orquídea está doente?

Normalmente, existem algumas doenças comuns que podem acometer as raízes, folhas e flores de suas orquídeas. Estas incluem por exemplo, lesões e manchas, apodrecimento e presença de fungos. Tudo isto resulta em alguns sintomas específicos.

Entre eles se destacam manchas de diversos tipos nas folhas, flores murchas e raízes que ficam apodrecidas. A melhor forma de tratar essas doenças é a partir da prevenção, com fungicidas, drenagem adequada e cuidados básicos para sua orquídea ficar sempre forte.

O que fazer quando a orquídea está morrendo?

Esta é outra questão cuja resposta pode ser bastante relativa. Existem situações em que é possível salvar a sua orquídea, mas dependendo do caso não há o que fazer. Seja como for, não se desespere e tente adotar algumas estratégias.

Ao notar que a sua planta está morrendo, tente transportá-la para outro lugar para que tenha mais espaço. Se suas raízes estiverem intactas, ela sobreviverá. Além disso, mantenha o local em que ela está devidamente adubado e limpo, além de colocar os devidos substratos. Caso esteja murcha ou ressecada, afaste-a o máximo possível do sol e intensifique as regas.

Caso nada disso funcionar e sua planta morrer, anote todas essas lições. E ao adquirir outra orquídea, adote cuidados básicos preventivos para que ela não passe por esse tipo de situação.

Conclusão

Este é um panorama completo das principais informações que você precisa saber para cuidar de sua orquídea. Seguindo as dicas desse texto, com certeza será possível obter ótimos resultados, garantindo um excelente florescimento. E claro, também poderá cultivar diferentes espécies dessa planta sem problemas, tornando o seu jardim ainda mais sortido.

Seja como for, não esqueça de levar em conta as características e preferências dessa espécie de forma geral. Isso fará toda a diferença para sua orquídea dar flor o ano todo, inclusive em épocas de temperaturas variadas.

E não se esqueça também que pequenos detalhes fazem toda a diferença para mantê-la forte e saudável. Por isso, fique de olho em seu desenvolvimento, se ela está em um local adequado e se sua estrutura não apresenta nenhum problema. Em caso positivo para essas questões, você terá uma orquídea sempre saudável e florida.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Como fazer para orquídea dar flor: 4 dicas"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.