Tipos de pisos para casas: 8 opções e dicas para escolher

Ao fazer um projeto arquitetônico, é preciso saber os tipos de pisos para casas para fazer a melhor escolha de compra.

Afinal, quando se trata de projetar ou renovar um lar, a escolha do piso é uma das decisões mais importantes que você precisa tomar.

O tipo de piso escolhido não apenas determina a estética e o estilo da casa, mas também influencia a funcionalidade, o conforto e até mesmo a manutenção dos cômodos.

Com uma ampla gama de opções no mercado, desde pisos tradicionais até materiais inovadores, cada um com suas próprias características e benefícios exclusivos, a tarefa de escolher o piso perfeito pode parecer assustadora.

Contudo, escolher alguns entre os melhores tipos de pisos para casas não é tão difícil se você souber analisar as vantagens de cada um.

Já que é preciso levar em consideração a umidade do local, possíveis acidentes, se há gordura ou não, e como isso vai afetar o piso.

Além disso, escolher um piso também envolve a decoração. Pois, a textura e a cor do piso diz muito sobre que tipo de decoração você deseja, podendo também ser um dos tipos de madeira para telhado.

Por exemplo, se você deseja que a decoração tenha sofisticada, certos tipos de pisos para casas podem ser melhores do que outros.

O que este artigo aborda:

Tipos de pisos para casas Tipos de pisos para casas
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Quais são os tipos de pisos para casas?

Em suma, existem vários tipos de pisos para casas, cada um com suas próprias características e aplicações.

A seguir, veja quais são os principais tipos de piso para residências:

  • Piso de madeira: a madeira proporciona uma aparência natural e calorosa, sendo popular em muitos estilos de decoração. Os pisos de madeira podem ser feitos de tábuas maciças ou de laminados, opções com durabilidade e beleza atemporal;
  • Piso laminado: é uma opção econômica que imita a aparência da madeira, pedra ou outros materiais. É durável, fácil de limpar e resistente a riscos, sendo ideal para áreas com alto tráfego;
  • Piso de cerâmica: feito de argila cozida, o piso de cerâmica é durável, resistente à umidade e feito em uma ampla variedade de cores, padrões e estilos. É uma escolha popular para cozinhas, banheiros e áreas movimentadas;
  • Piso de porcelanato: semelhante ao piso de cerâmica, o porcelanato é feito de argila, mas é mais denso e resistente. Ele possui uma aparência sofisticada e é muito durável. Por isso, é adequado tanto para áreas internas quanto externas. Além disso, o porcelanato é um dos tipos de pisos para casas mais requisitado;
  • Piso de pedra natural: mármore, granito, ardósia e travertino são exemplos de pisos de pedra natural. Esses pisos são duráveis, elegantes e únicos, mas podem exigir manutenções periódicas e cuidados diários;
  • Piso de vinil: é uma opção versátil e econômica. Ele oferece uma ampla gama de cores e padrões, além de ser resistente à umidade e fácil de limpar no dia a dia. Além disso, o vinil pode imitar a aparência de outros materiais, como madeira e cerâmica;
  • Piso de carpete: o carpete é macio, acolhedor e oferece isolamento térmico e acústico. É uma escolha popular para decoração de sala com sofá e poltrona e para quartos já que proporciona muito conforto ao caminhar;
  • Piso de concreto polido: é uma opção moderna e minimalista. Ainda, ele oferece durabilidade, facilidade de manutenção e uma aparência industrial elegante.

Vantagens e desvantagens de cada tipo de piso

De modo geral, existem vantagens e desvantagens nos tipos de pisos para casas. Portanto, entenda um pouco sobre eles:

  • Porcelanato: entre todos os tipos de pisos para casas, o porcelanato é a primeira opção para muitas pessoas. Afinal, a principal vantagem do porcelanato é que é fácil de limpar e combina com praticamente qualquer ambiente da casa. É útil para ambientes como a sala, banheiro e cozinha, porém, apresenta algumas desvantagens, como por exemplo, o fato de que seu acabamento em sua maioria é liso, o que pode torná-lo mais escorregadio, além também do preço que pode chegar a custar R$509,73;
  • Laminado: o piso laminado possui a vantagem de substituir a madeira de forma mais natural, sendo um material resistente e fácil de limpar. Ele é ótimo para quem tem alergia, pois, é hipoalérgico e tem uma textura confortável ao toque. A desvantagem é que, dependendo do modelo de laminado, ele pode ficar escorregadio quando em contato com a água;
  • Granito: o piso feito de granito na verdade é feito de uma pedra formada a partir de três minerais, sendo eles o mica, o quartzo e o feldspato. A vantagem deste tipo de piso é que ele imprime no ambiente uma beleza sem igual e deixa qualquer ambiente mais sofisticado. Possui excelente durabilidade, não arranha com facilidade e pode ser polido diversas vezes. Mas, a desvantagem do piso de granito é que ele pode ser escorregadio e ser caro;
  • Vinílico: o piso vinílico é feito a partir da resina de PVC e possui diversas estampas e formatos grandes e pequenos. A sua principal vantagem é que ele impede que o ambiente tenha muitos ruídos, sendo ideal para ambientes que são muito barulhentos. Contudo, a desvantagem do piso vinílico é que ele risca com muita facilidade e pode até mesmo ficar marcado com sapatos pontiagudos.

Como escolher o piso ideal?

Escolher o piso ideal para sua casa pode parecer uma tarefa desafiadora, mas com algumas informações, você pode tomar uma decisão certa.

A seguir, veja algumas dicas para te ajudar a escolher os tipos de pisos para casas considerando todos os cômodos da casa.

1. Escolha um estilo de decoração para cada cômodo

Primeiramente, você precisa escolher o estilo geral da sua casa. Pois, cada cômodo pode ter um estilo diferente na decoração, como um visual clássico, contemporâneo, rústico ou moderno.

Por exemplo, alguns tipos de pisos para casas, como madeira e pedra natural são mais adequados para alguns estilos.

Mas, outros, como pisos laminados e de vinil podem se adaptar a uma variedade de estilos.

2. Faça um moodboard de pisos

Se você deseja redecorar, construir ou reformar, a primeira coisa que você precisa fazer é considerar tudo o que você precisa em questão de espaço e decoração.

Por exemplo, se você quer um piso que não escorregue ou um que tenha um aspecto mais rústico.

Afinal, decorar uma casa vai muito além da parte estética, mas a estética é tão essencial quanto a utilidade da casa.

Portanto, se você deseja criar um ambiente especial para você, já pode começar salvando algumas fotos da internet e elaborar o que os designers chamam de mood boarding.

De modo geral, o mood boarding é de onde você vai tirar a inspiração para decorar a sua casa.

Pois, antes de decorar, também devemos nos lembrar que existem diversos estilos diferentes de decoração.

Ou seja, existe o estilo clássico, minimalista, criativo, colorido, rústico, colonial, etc.

Pensando nisso, resolvemos listar os estilos de pisos para casas que você pode usar na sua decoração.

Quando se trata de escolher um dentre os vários tipos de pisos para casas, a primeira coisa que você precisa fazer é avaliar o local onde ele será colocado.

Lugares como o banheiro e a cozinha, por exemplo, requerem alguns cuidados especiais com relação a umidade. Além disso, esses cômodos precisam ser fáceis de limpar e lavar.

3. Considere a localização e o tráfego

Um fator que não pode ser ignorado é a localização e o tráfego nas áreas onde o piso será instalado.

Por isso, você deve levar em consideração a durabilidade e o conforto que os tipos de pisos para casas proporcionam.

Por exemplo, os pisos de cerâmica e porcelanato são mais adequados para áreas úmidas, como cozinhas e banheiros.

Todavia, os pisos de madeira e carpete podem ser mais apropriados para quartos e áreas de estar.

4. Durabilidade

Se você tem uma família ativa ou animais de estimação, pode ser preciso escolher um piso resistente a riscos, manchas e impactos.

Além disso, leve em conta a longevidade do material e sua capacidade de resistir ao desgaste ao longo do tempo.

Pois, alguns tipos de pisos para casas possuem mais resistência a riscos e queda de objeto, enquanto outros são mais frágeis.

5. Manutenção

Pense no nível de manutenção que você está disposto a fazer. Afinal, alguns tipos de pisos para casas precisam de mais cuidados e manutenções regulares.

Porém, alguns materiais são mais fáceis de limpar e manter ao longo dos anos.

6. Orçamento

Defina um orçamento para o seu projeto de pisos e procure opções que se encaixem dentro desse limite.

Afinal, não adianta escolher os tipos de pisos para casas mais caros sendo que você não pode arcar com o valor ou se endividar.

Você precisa considerar o custo inicial do material, o valor da instalação e o preço da manutenção ao longo do tempo.

7. Amostras e testes

Para escolher o piso ideal, não deixe de analisar algumas amostras de materiais de diferentes tipos de pisos para casas que você está considerando comprar.

Coloque-as no ambiente em que serão instaladas e observe como elas se encaixam com a iluminação, móveis e a decoração.

O piso para cozinha não pode ser escorregadio nem pegar gordura

Em suma, o piso da cozinha não deve ser escorregadio nem pegar muita gordura. Então, uma solução de piso ideal pode ser o de cerâmica.

Afinal, a cerâmica é a primeira opção entre todos os tipos de pisos para casas, tanto para cozinha quanto para banheiro.

Pois, esse tipo de piso pode ser comprado em vários tipos, texturas, tamanhos, cores e podem ser adaptados a qualquer tipo de estilo de casa.

Na decoração, podem ser usados não somente no chão, mas também para enfeitar as paredes.

Além disso, a maior vantagem da cerâmica é a facilidade de encontrar para comprar. Mas, o preço varia muito.

Ainda, é um piso durável que possui boa resistência quanto à arranhões e à umidade, sendo fácil de limpar e exige pouca manutenção.

Contudo, a desvantagem desse tipo de piso é que ele é frio, duro e dependendo da finalidade, pode ser escorregadio.

Mas, isso pode ser resolvido com um acabamento antiderrapante. Então, se você deseja uma decoração rústica, mas não quer usar um piso de madeira, pode usar pisos de cerâmica em tons terrosos ou tons que lembrem a cor da madeira.

O pisos para banheiro não pode ser escorregadio e deve ser resistente à umidade

Primeiramente, para escolher o piso do banheiro, considere que deve ser um piso que não seja escorregadio e que tenha boa resistência à umidade.

O piso de madeira, por exemplo, não é indicado para banheiros. A madeira pode ser usada para varandas e partes da casa, mas não é ideal para lavanderias e banheiros.

Afinal, são locais onde há muita umidade. Além disso, a madeira também possui a desvantagem de se alterar conforme a temperatura.

Por exemplo, se exposta à umidade, pode inchar, ser amassada ou arranhada, além da necessidade de manutenção profissional a cada 10 anos para permanecer com a mesma aparência, o que gera um gasto a mais no orçamento.

Sendo assim, uma boa opção para os banheiros seria o porcelanato, que é fácil de limpar e de manter.

Por isso, o porcelanato, assim como a cerâmica, são os tipos de pisos para casas preferidos tanto em obras quanto em reformas.

Porém, é essencial lembrar que existem dois tipos de porcelanato, o acetinado e polido.

De modo geral, o polido é o mais escorregadio, e quanto mais polido for o piso, mais escorregadio fica.

Portanto, fique atento, caso for usar esse tipo de piso para o banheiro, a melhor opção é o porcelanato acetinado.

Outros tipos de pisos para o banheiro também são pisos de cerâmica com acabamento antiderrapante, pisos de pedra, dentre outros.

Não existe a cor certa para o piso de cada cômodo

Embora não exista uma cor ideal para cada cômodo da casa, existe a ideia de o que queremos passar em cada ambiente.

Por exemplo, se você deseja criar um ambiente espaçoso, o ideal é usar tons claros. Afinal, o tom mais claro traz a ilusão de amplitude.

Mas, se você deseja uma casa com aspecto mais aconchegante, os tons mais escuros podem servir melhor.

Além disso, os tons de verde oliva, verde água e pastel também podem ser usados para criar ambientes mais criativos e alegres.

Logo, ao escolher os tipos de pisos para casas de cada cômodo da casa, é preciso considerar as cores e na harmonização deles com a decoração.

Antes de investir na estética do piso, invista na utilidade

Antes de comprar os tipos de pisos para casas, é essencial observar a sua utilidade. Ou seja, onde ele será usado. Pois, isso norteia que tipo de piso você irá escolher.

Por exemplo, os pisos para cozinha devem ser resistentes à gordura e mais fáceis de limpar.

Além disso, é essencial que antes de comprar o piso, você observe algumas nomenclaturas na hora da compra.

Já que alguns pisos possuem uma nomenclatura chamada “PEI”, que é resistência do piso à abrasão. Assim, quanto maior for o PEI, maior será a resistência da cerâmica.

Outro ponto essencial é o coeficiente de atrito que serve para medir a resistência da cerâmica quanto ao escorregamento. Em outras palavras, quanto maior for o número, mais rugoso é o piso.

A norma brasileira recomenda que o coeficiente de atrito para cozinhas e banheiros seja igual ou maior a 0,4 em todos os tipos de pisos para casas para proporcionar mais segurança.

Observe também qual o tipo de superfície da cerâmica, se é esmaltada, acetinada, brilhante, rústica, lisa ou em relevo, os pisos em relevo são mais antiderrapantes.

Conclusão

Em suma, a escolha dos tipos de pisos para casas ideais é uma decisão muito importante e que pode influenciar tanto na estética quanto na funcionalidade de cada ambiente do imóvel.

Afinal, com uma ampla gama de opções disponíveis, desde pisos de madeira tradicionais até materiais inovadores como o concreto polido, há uma solução para cada estilo de decoração, necessidade prática e orçamento.

Assim, ao escolher entre os melhores tipos de pisos para casas, leve em consideração o estilo geral da sua casa, a localização e o tráfego das áreas em que o piso será instalado, a durabilidade do material, a facilidade de manutenção e o quanto você pode gastar.

Além disso, não hesite em obter amostras dos materiais e fazer testes para ter uma visão realista de como eles se encaixam no seu espaço.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Tipos de pisos para casas: 8 opções e dicas para escolher"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.