Como desbloquear o saldo do FGTS: 4 passos

Saber como desbloquear o saldo do FGTS é muito importante, seja para adquirir uma casa, por ter sido demitido ou outras causas.

Afinal, é frustrante quando você precisa do seu dinheiro e não sabe como ter acesso a ele.

E mesmo em caso de demissão sem justa causa, o processo de dar entrada no seguro desemprego também causa dúvidas.

O que este artigo aborda:

Como desbloquear o saldo do FGTS Como desbloquear o saldo do FGTS
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

O que é o FGTS e por que você precisa desbloquear o saldo?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito trabalhista no Brasil, criado para proteger o trabalhador em casos de demissão sem justa causa, doenças graves, aposentadoria e outros casos especiais.

Por isso, todos os meses, o empregador é obrigado a depositar um percentual do salário do empregado em uma conta específica que acumula os valores ao longo do tempo.

Contudo, existem situações em que o trabalhador precisa desbloquear o saldo do FGTS antes de se aposentar ou ser demitido.

Por isso, a dúvida sobre como desbloquear o saldo do FGTS é muito frequente para muitas pessoas que trabalham no regime CLT.

Quais são as situações em que você pode desbloquear o saldo do FGTS?

Existem algumas situações específicas em que é possível desbloquear o saldo do FGTS, por exemplo:

  1. Aquisição da casa própria: se você está pensando em comprar um imóvel, pode usar o saldo do FGTS como parte do pagamento ou para quitar o financiamento. Para isso, é preciso atender a alguns critérios, como ter pelo menos três anos de trabalho sob o regime do FGTS;
  2. Demissão sem justa causa: se você foi demitido sem justa causa, tem o direito de sacar o saldo do FGTS. Mas, nesse caso, você deve comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal com a documentação necessária para fazer o saque;
  3. Aposentadoria: quando você se aposenta, pode sacar o saldo integral do FGTS. Contudo, é necessário apresentar os documentos exigidos pelo banco para comprovar a aposentadoria;
  4. Doenças graves: em casos de doenças graves, como câncer, AIDS ou outras condições especificadas em lei, é possível desbloquear o saldo do FGTS para auxiliar no tratamento médico.

Como desbloquear o saldo do FGTS?

Agora que você já sabe em quais situações é possível desbloquear o saldo do FGTS, vamos apresentar um passo a passo para você seguir:

1. Verifique seu saldo do FGTS

Primeiramente, antes de iniciar o processo de desbloqueio, é importante saber o valor disponível na sua conta do FGTS.

Para isso, acesse o site da Caixa Econômica Federal ou baixe o aplicativo do FGTS para consultar seu saldo.

2. Separe a documentação necessária

Dependendo da situação em que você se enquadra, será necessário apresentar documentos específicos para desbloquear o saldo do FGTS.

Por exemplo, em casos de demissão sem justa causa, você precisa ter em mãos a carteira de trabalho, o termo de rescisão do contrato de trabalho e um documento de identificação.

3. Dirija-se a uma agência da Caixa

Com a documentação em mãos, vá até uma agência da Caixa Econômica Federal e informe ao atendente que você deseja desbloquear o saldo do FGTS.

Em seguida, entregue a documentação necessária e siga as instruções fornecidas pelo banco.

4. Aguarde a liberação dos recursos

Após entregar a documentação, aguarde o prazo estabelecido pela Caixa Econômica Federal para que o saldo seja desbloqueado.

Esse prazo pode variar dependendo da situação e da demanda do banco.

Perguntas frequentes

Veja algumas perguntas frequentes sobre como desbloquear o saldo do FGTS.

Posso desbloquear o saldo do FGTS para realizar uma viagem?

Não, o desbloqueio do saldo do FGTS está limitado a situações específicas, como aquisição da casa própria, demissão sem justa causa, aposentadoria e doenças graves.

É possível desbloquear o saldo do FGTS pela internet?

Atualmente, a maioria dos procedimentos para desbloqueio do FGTS deve ser feita pessoalmente em uma agência da Caixa Econômica Federal.

No entanto, é possível consultar o saldo do FGTS online pelo site ou aplicativo.

Preciso pagar alguma taxa para desbloquear o saldo do FGTS?

Não, o desbloqueio do saldo do FGTS não requer o pagamento de nenhuma taxa. Fique atento a possíveis golpes e procure sempre informações oficiais da Caixa Econômica Federal.

Quanto tempo leva para desbloquear o saldo do FGTS?

O prazo para desbloqueio do saldo do FGTS pode variar dependendo da situação e da demanda da Caixa Econômica Federal.

Em casos de demissão sem justa causa, por exemplo, o prazo é geralmente de até 5 dias úteis.

Posso desbloquear o saldo do FGTS se eu tiver dívidas?

Sim, é possível desbloquear o saldo do FGTS mesmo se você tiver dívidas. O FGTS é um direito do trabalhador e não pode ser retido para o pagamento de dívidas, com exceção de casos de pensão alimentícia.

Conclusão

Em suma, desbloquear o saldo do FGTS pode ser um processo simples quando você conhece os passos necessários.

Portanto, lembre-se de verificar em qual situação você se enquadra e providenciar a documentação necessária.

Em seguida, basta ir até uma agência da Caixa Econômica Federal e aguardar a liberação dos recursos.

Para saber mais sobre como desbloquear o saldo do FGTS, veja o vídeo do canal Monetizando Negócios

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Como desbloquear o saldo do FGTS: 4 passos"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.