Como vender no Mercado Livre sem estoque: 3 formas

Você já parou para pensar sobre como vender no Mercado Livre sem estoque? Será mesmo que isso é possível? No artigo de hoje, falaremos tudo a respeito desse assunto. Confira!

A verdade é que, nos dias de hoje, cada vez mais pessoas estão migrando as suas vendas para o âmbito digital.

Afinal de contas, não há como negar que é um comércio muito mais vantajoso, haja vista que costuma atrair um público muito maior e até mais qualificado.

Mas, junto com os comércios digitais, surgem novas oportunidades de negócios. Por isso, alguns costumam se perguntar se tem como vender no Mercado Livre sem estoque.

O que este artigo aborda:

É possível vender no Mercado Livre sem estoque?

Sim, existe como vender no Mercado Livre sem estoque. No entanto, devemos informar que essa não é uma prática que a plataforma enxerga com bons olhos, mas pelo contrário.

Ao ler a política de uso do ML, podemos facilmente chegar à conclusão de que a ferramenta não aprova esse tipo de comércio.

Então, se você quer aprender como vender no Mercado Livre sem estoque, tenha em mente que é preciso ter uma certa descrição, por assim dizer.

No entanto, não há como negar que o mercado vem se tornando cada vez mais competitivo. Por isso, buscar novas estratégias tem sido algo necessário.

Reinventar-se, para atrair um público mais qualificado, é preciso, até mesmo porque o mercado está em cada vez maior ascensão.

Além do mais, as pessoas estão em busca de conquistar a sua independência financeira, e uma das formas de conquistar isso é justamente por meio do mercado online.

Por isso, saber como vender no Mercado Livre sem estoque é uma boa alternativa, já que é um tipo de negócio onde você não precisa ter um extenso capital de entrada.

Como vender no Mercado Livre sem estoque?

Hoje em dia, existem três principais estratégias que muitos vendedores utilizam para que possam vender no Mercado Livre sem estoque.

Então, para facilitar ainda mais o seu entendimento, abaixo iremos explicar em detalhes o método de cada uma delas.

1. Compre de lojas físicas e revenda online

Assim como em qualquer outro negócio, é sempre fundamental ficar atento a respeito da sua concorrência.

No entanto, isso é interessante não apenas para poder manter o seu preço competitivo, mas também para melhorar a sua capacidade de negociação com fornecedores.

Uma coisa que você precisa saber é que, no geral, empresas que são gigantes do varejo, como Magazine Luiza, costumam oferecer um valor muito mais vantajoso quando se faz compras mais volumosas.

Inclusive, às vezes, você consegue obter preços muito melhores do que os seus concorrentes, algo que faz com que a sua loja online se torne mais competitiva.

Então, uma das formas de como vender no Mercado Livre sem estoque é justamente se mantendo atento a respeito das ofertas vantajosas de lojas físicas.

Mas, ainda existe a possibilidade de optar por comprar poucas unidades de alguns itens. Nesse caso, o objetivo não é de ganhar dinheiro, mas sim de ganhar pontos dentro do modelo de reputação da plataforma, por exemplo.

A partir disso, fará com que a sua loja passe a obter maior destaque dentre as pesquisas de compra.

No entanto, todos esses objetivos podem variar de acordo com a estratégia que você pretende aplicar em seu negócio, bem como o produto que deseja vender.

2. Venda Infoprodutos

Para quem não sabe, infoprodutos nada mais são do que qualquer tipo de material digital do qual é possível comercializar, como ebooks, audiobooks, cursos etc.

Então, ao falar sobre como vender no Mercado Livre sem estoque, é praticamente obrigatório citarmos esse tipo de comércio.

Afinal de contas, nesse caso, você sempre vai ter o seu produto disponível, evitando que ele fique indisponível após fazer muitas vendas.

Mas, caso opte por essa alternativa, a nossa dica é que se mantenha atento em relação aos produtos que são mais relevantes e que de fato trarão um bom resultado.

3. Monte uma estratégia de dropshipping

Trata-se de uma estratégia de como vender no Mercado Livre sem estoque bem recente, mas também a que mais possui recomendação.

Dentro de um processo de dropshipping, o vendedor do Mercado Livre é o responsável por divulgar os produtos na plataforma.

Esse é o perfil que deve intermediar as vendas. Mas, nesse caso, não é o vendedor quem irá retirar os produtos do próprio estoque.

Na verdade, assim que algum consumidor realiza a compra através da sua loja, o vendedor do Mercado Livre deve encaminhar a encomenda para algum fornecedor de confiança.

Contudo, deve-se ter etiqueta do produto com todos os dados da sua loja, incluindo um CPNJ. A partir disso, é o seu fornecedor que irá se responsabilizar por encaminhar o produto ao cliente.

Ou seja, é um tipo de intermediação entre o comprador e o fornecedor. Mas, ao optar por essa forma de comércio, deve-se ficar atento a dois pontos:

  1. Deve-se despachar o produto do cliente em até 24 horas;
  2. Desativar a função “Mercado Envios”.

Levando em consideração a nova reputação do Mercado Livre, é fundamental despachar o pacote dentro desse prazo.

Caso você não consiga respeitar isso, então irá perder reputação, algo que impacta de forma direta as suas vendas.

Por isso, tenha o cuidado de encontrar um fornecedor que seja capaz de cumprir com esse prazo.

Quais são os benefícios de vender pelo Mercado Livre?

Muita gente procura saber como vender no Mercado Livre sem estoque justamente pelo fato de a plataforma oferecer diversos benefícios e vantagens para os vendedores.

Um deles é a possibilidade de contar com um entregador do Mercado Livre. Ou seja, além de não se preocupar com o estoque, é a própria plataforma quem cuida da logística.

Mas, um dos maiores benefícios com certeza é o alcance de um grande público, algo capaz de elevar o número de vendas.

Afinal de contas, o Mercado Livre é o maior marketplace da América Latina, com milhões de usuários ativos.

Isso significa que você pode alcançar uma audiência muito maior do que se estivesse vendendo em sua própria loja online.

Além do mais, o ML detém diversas ferramentas de marketing que são capazes de lhe ajudar a promover seus produtos e aumentar suas vendas.

Você pode criar anúncios patrocinados para aparecer no topo dos resultados de busca, por exemplo, aumentando ainda mais a sua exposição e vendas.

Mas, não temos como deixar de mencionar que a plataforma do Mercado Livre facilita a gestão de vendas.

Dizemos isso porque permite com que você acompanhe seus pedidos, envie produtos e gerencie pagamentos de forma simples e rápida.

Outro ponto crucial para todas as vendas é a respeito da segurança e, quanto a isso, o Mercado Livre também não desaponta.

Até mesmo porque o marketplace oferece proteção ao vendedor, garantindo o recebimento do pagamento e resolvendo eventuais disputas entre compradores e vendedores.

Por fim, quando se aprende como vender no Mercado Livre sem estoque, acaba que o custo de investimento é muito mais baixo.

Dessa forma, acaba fazendo com que a plataforma se torne uma opção atrativa para pequenos negócios e empreendedores individuais.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Como vender no Mercado Livre sem estoque: 3 formas"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.