Gestão de clínica odontológica: 5 dicas para fazer

Uma das melhores formas de fidelizar pacientes é oferecendo um bom serviço como um todo, fator que passa pela gestão na odontologia. Afinal, por meio de algumas ações fáceis você consegue melhorar tudo, desde o atendimento inicial até mesmo oferecer um preço justo, entre outros pontos.

O que este artigo aborda:

Gestão de clínica odontológica Gestão de clínica odontológica
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Como fazer gestão de clínica odontológica?

1. Faça uma precificação estratégica

Uma das primeiras coisas que você deve pensar é no preço, principalmente quando analisamos que esse é um dos pontos que as pessoas analisam antes de decidir ir para um consultório odontológico ou outro. E aqui, o melhor a se fazer é usar o preço estratégico, tendo como base fatores como: conhecimento dos custos de produção, despesas, intenção de lucro e diferenciais competitivos.

Analisar todos esses pontos, de forma conjunta, é a melhor maneira de estabelecer um valor justo e que possibilite lucratividade e rentabilidade, sendo o primeiro passo para uma boa saúde financeira.

2. Atendimento em primeiro lugar

Você não precisa ser o melhor amigo de todos os pacientes, mas ter uma boa relação e oferecer o melhor atendimento são fatores fundamentais na gestão em odontologia. Aqui, as dicas são fáceis: ofereça um atendimento personalizado! Para isso, tenha o histórico dos pacientes na clínica, em casa e na rua, e não esqueça de usar a tecnologia a seu favor também.

3. Comunicação simples

Não é novidade para ninguém que, atualmente, as pessoas preferem muito mais uma comunicação feita de forma simples, rápida de acompanhar e entender; e não é diferente quando falamos sobre isso quando feito por uma clínica odontológica.

Você pode mandar mensagens de texto (SMS) ou via WhatsApp, caso o paciente permita, para lembrar da marcação, marcar ou remarcar uma consulta, fazer check-in pós-operatório, enviar o boleto/nota de pagamento e outras ações importantes, sempre com mensagens curtas!

Essas mensagens são muito mais eficazes do que o e-mail e te ajudam a ter um controle melhor sobre a sua agenda e o pagamento de cada um dos pacientes, entre outros pontos importantes para o consultório como um todo.

4. Use a tecnologia a seu favor

A primeira coisa importante na relação entre tecnologia e gestão odontológica é a questão da agenda. Afinal, com ela se torna possível organizar os compromissos e visualizar pelo dispositivo que você quiser, evitando ter duas consultas no mesmo horário, por exemplo.

Mas mais do que isso, é possível usar as redes sociais para fazer o marketing digital – que vai aumentar a relevância do seu serviço –, usar programas para montar relatórios de valores para os serviços e automatizar processos, lembrando que existem diversos softwares que podem ser usados para ajudar na gestão da clínica.

E um outro ponto que merece destaque são os softwares de gerenciamento de reputação, como o Google My Business e outros, que são fáceis de o paciente acessar e você pode analisar como está de forma fácil.

5. Tenha o controle financeiro

Chegando nas últimas dicas de gestão de consultórios odontológicos de hoje, não podemos deixar de mencionar o controle financeiro. Aqui, estamos falando exclusivamente sobre ter uma boa administração dos números que fazem a diferença na hora de manter a clínica aberta e funcionando, tendo controle das receitas, contas a pagar e receber e processos de orçamentos.

Agindo assim, e mantendo um controle próximo de tudo isso, você evita surpresas e prejuízos que poderiam fazer com que você precisasse tirar dinheiro do seu bolso para não ter maiores problemas.

Caso prefira, você pode contratar um profissional do ramo para manter a saúde financeira da clínica equilibrada, mas também é algo que você pode fazer por conta própria.

Para saber mais sobre gestão de clínica odontológica, veja o vídeo do canal LABFIN.PROVAR – FIA.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Gestão de clínica odontológica: 5 dicas para fazer"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.