Indicadores de gestão empresarial

Você costuma monitorar quais indicadores de gestão na sua empresa?

O uso dessas ferramentas é muito importante para que se tenha maior controle sobre o desempenho do negócio e sobre a efetividade das estratégias que são implementadas na intenção de potencializar os resultados da empresa.

Além disso, os indicadores são grandes aliados, pois permitem ter uma noção mais clara sobre os pontos fortes da gestão e as oportunidade de melhoria,

Neste artigo, você vai entender melhor o que são, para que servem e 6 exemplos de indicadores de gestão para implementar o quanto antes na sua empresa:

  1. Participação no mercado;
  2. Taxa de Conversão;
  3. Taxa de churn;
  4. Net Promoter Score (NPS);
  5. Ticket Médio.

O que este artigo aborda:

Indicadores de gestão empresarial Indicadores de gestão empresarial
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

O que são indicadores de gestão?

Indicadores-chave de desempenho (Key Performance Indicators – KPIs) são ferramentas que servem para mensurar, quantitativa e qualitativamente, os resultados de esforços individuais e coletivos.

Os KPIs costumam estar atrelados a metas e objetivos e funcionam como um parâmetro para orientar o trabalho dos colaboradores em diferentes áreas do negócio.

Por meio dos indicadores de gestão, consegue-se ter maior controle sobre os processos da empresa e apontar as necessidades de ajuste nas estratégias adotadas.

6 exemplos de indicadores de gestão

Agora que você já sabe o que são e para que servem, é hora de conferir 6 exemplos de indicadores de gestão que valem a pena começar a acompanhar.

Os KPIs que vamos mostrar a seguir podem ser utilizados em empresas de diferentes áreas e são muito úteis para qualificar a gestão de negócios.

1 – Participação no mercado

A participação no mercado – market share – é um importante indicador de gestão. Ele mensura o nível de competitividade da empresa e sua relevância no mercado.

A Netflix, por exemplo, é a plataforma de streaming com maior participação no mercado brasileiro (31%). Isso significa que, de todas as assinaturas desse tipo de serviço no Brasil, 31% são da Netflix.

Para calcular o seu market share, basta dividir o total de vendas da sua empresa pelo total de vendas do seu mercado.

2 – Taxa de Conversão

De todas as oportunidades que chegam no topo do seu funil de vendas, quantas você consegue converter em clientes?

A taxa de conversão busca justamente responder a essa pergunta, mostrando a capacidade da sua empresa de aproveitar as oportunidades de venda.

O cálculo desse indicador de gestão é feito a partir da seguinte fórmula:

  • Taxa de Conversão = Total de vendas / Total de leads x 100

Quando a taxa de conversão está muito baixa, talvez seja necessário repensar as estratégias de marketing e qualificação de leads.

3 – Taxa de churn

Tão importante quanto monitorar os clientes que entram, é importante acompanhar os clientes que saem.

Dando continuidade aos nossos exemplos de indicadores de gestão, a taxa de churn mede quantos clientes a empresa perdeu durante um determinado período.

A fórmula da taxa de churn é a seguinte:

  • Churn = (Total de clientes perdidos em determinado período) / (Total de clientes no início do período analisado) x 100

4 – Net Promoter Score (NPS)

A insatisfação é um dos principais fatores que podem levar a uma taxa de churn muito alta.

Tendo isso em vista, outro indicador de gestão que você precisa acompanhar é o Net Promoter Score – NPS, um modelo de pesquisa de satisfação dos clientes.

Esse KPI serve para mensurar o nível de satisfação dos seus clientes. Para isso, é feita uma pesquisa em que os clientes são convidados a responder a seguinte pergunta:

  • De 0 a 10, qual a chance de você recomendar nossa empresa para um amigo?

Os participantes da pesquisa deverão ser divididos em grupos de acordo com a resposta deles:

  • Promotores: nota 9 ou 10
  • Neutros: nota 7 ou 8
  • Detratores: notas de 0 a 6

Depois, basta subtrair a porcentagem de detratores da porcentagem de promotores e você terá o resultado do NPS.

O ideal é que esse indicador esteja sempre acima de 70%.

5 – Ticket Médio

Outro exemplo de KPI importante é o ticket médio. Ele serve para calcular quanto cada cliente gerou de receita, em média, para a empresa.

O cálculo não é nada complicado. Você só precisa dividir o volume de faturamento em determinado período pelo total de clientes.

Há também a possibilidade de calcular o ticket médio por produto e por vendedor, o que permite fazer análises mais específicas.

6 – Taxa de turnover

O turnover se refere à rotatividade de funcionários. O objetivo desse indicador é mensurar a capacidade da gestão em reter os seus colaboradores.

A fórmula da taxa de churn é a seguinte:

  • Churn = (Total de desligamentos em determinado período) / (Total de desligamentos no início do período analisado) x 100

A rotatividade muita alta pode ser um indicativo de insatisfação dos colaboradores com o ambiente de trabalho, com o salário, com os valores da empresa, com a liderança e vários outros fatores.

E então, o que você achou desses exemplos de indicadores de gestão que trouxemos neste conteúdo?

Monitore os KPIs que você acabou de conferir e passe a adotar uma gestão mais qualificada.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Indicadores de gestão empresarial"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.