Qual o melhor substrato para orquídeas: 3 tipos

Quer saber qual o melhor substrato para orquídeas? Antes de mais nada, é preciso entender qual o melhor ou a melhor combinação e os tipos que estão disponíveis no mercado.

Então, continue a leitura para conferir tudo sobre substratos para orquídeas.

O que este artigo aborda:

Qual o melhor substrato para orquídeas Qual o melhor substrato para orquídeas
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Qual o melhor substrato para orquídeas?

Em suma, os tipos de substratos que utilizamos são importantes para causar um maior conforto para a orquídea.

Uma vez que na natureza as orquídeas normalmente se encontram no interior de florestas úmidas, sombreadas, na qual recebem a quantidade ideal de luz filtrada e também temperatura adequada.

Sendo assim, é fundamental prestar a atenção nas melhores condições climáticas que devemos oferecer para a orquídea. Bem como precisamos ter o devido cuidado para escolher o melhor suporte, o local para a orquídea crescer e também o melhor substrato.

Afinal, ao cultivarmos uma orquídea, em ambiente externo ou em um ambiente interno, estamos oferecendo um ambiente artificial para a planta.

Portanto, o nosso desafio é ofertar as melhores condições climáticas e o melhor substrato para a orquídea. Assim, ela pode se acomodar e crescer saudável para produzir lindas flores.

Substrato para orquídeas em árvores e tocos

No geral, quando você opta por colocar uma orquídea epífita em uma árvore ou em um toco, o substrato se torna a própria árvore ou o toco.

Nesse caso, você consegue colocar um musgo sphagnum para poder reter umidade. No entanto, coloque o musgo sphagnum apenas se a orquídea for colocada no toco.

Dessa maneira, quando posta em um toco, a orquídea irá precisar de algum material ou “substrato” para reter umidade, reter um pouco de água, sendo recomendado usar um musgo para essa tarefa.  

Por sua vez, se a orquídea for cultivada sobre a árvore, geralmente o tronco dessa árvore já é coberto por musgos e líquens que retém a umidade. Isso também beneficia a orquídea que está fixada neste local.

Bem como orquídeas cultivadas nesse tipo de substrato (árvore ou toco) precisam ser regadas todos os dias, especialmente em regiões de clima quente.

Substrato para orquídeas de graça ou pago?

Nesse caso você deve se preocupar com o tipo de orquídea que você possui. Pois uma orquídea epífita vai precisar de substratos diferentes das orquídeas terrestres.

Isso porque, primeiramente você deve se preocupar com a saúde da sua orquídea, oferecendo as melhores condições para sua orquídea crescer com saúde. Além do suporte sobre o qual ela irá se desenvolver é essencial para ela se desenvolver bem e apresentar flores lindas.

Porém, dá para montar uma boa combinação de substratos caseiro, que você consegue fazer sem precisar gastar dinheiro.

Substrato para orquídeas caseiros

Confira agora dicas de substratos caseiros que você pode fazer para sua orquídea.

  • Casca de pé de manga: é possível recolher casca de um pé de manga para dar suporte para sua orquídea epífita, por exemplo, a Phalenopsis.
  • Pedaços de pedra ou de tijolos: por sua vez, esses elementos são ótimos para drenar sua orquídea.
  • Carvão: por fim, o carvão é importante devido sua propriedade bactericida que ajuda a proteger sua orquídea de doenças causadas por bactérias. Além de inibir algumas pragas.

Dessa maneira, essas dicas são fundamentais para quem busca cultivar orquídeas epífitas no vaso. Por exemplo:

  • Orquídeas Cattleya,
  • Orquídeas Borboleta,
  • Orquídeas Vanda,
  • Entre outras.

Assim, os tijolos e pedras precisam ficar no fundo do vaso para drenar o substrato. Inclusive opte por usar um vaso plástico transparente para que a luz consiga alcançar as raízes.

Bem como o fundo do vaso deve ter furos para que tenha uma boa drenagem. Ou seja, não deixe o substrato encharcado, pois isso pode adoecer sua orquídea.

Além disso, o carvão e as cascas da árvore precisam ser misturados. Já que esses dois componentes irão fornecer um bom suporte para a orquídea se desenvolver mais saudável.

Substrato para orquídeas terrestres

Em suma, se você possui uma orquídea sapatinho (paphiopedilum) ou uma Orquídea Cymbidium, você deve preparar substratos especiais para essas orquídeas terrestres.

Isso porque orquídeas terrestres vivem no chão de florestas densas, porém não exatamente no solo. Na verdade, essas orquídeas vivem em uma camada de folhas mortas que caem das árvores e restos dos insetos, formando uma camada de material orgânico que serve como adubo natural.

Sendo assim, essa camada de folhas e insetos em decomposição que dão matéria orgânica para as orquídeas terrestres é chamada como serapilheira.

Portanto, é necessário levar isso em consideração para preparar substratos para nutrir orquídeas terrestres. Por exemplo:

  • Areia lavada de rio;
  • Casca de pinus;
  • Coco moído;
  • Musgo seco;
  • Terra vegetal pura.

Dessa maneira, este substrato irá garantir um bom suporte para que sua orquídea terrestre cresça saudável.

Quais são os principais substratos para orquídeas?

Agora vamos apresentar para você os principais tipos de substratos. Uma vez que há substratos orgânicos e inorgânicos.

Assim, os principais substratos orgânicos são os seguintes:

  • Casca de Pinus: feita a partir de pinheiro. Por isso, ela é ideal para orquídeas epífitas cultivadas em vasos, já que irá simular melhor seu Hábitat natural.
  • Casca de sequóia: feita da árvore sequóia. Recomendada para orquídeas epífitas cultivadas em vaso, já que retém a umidade com eficiência.  
  • Casca de coco: boa para reter a umidade.
  • Musgo Sphagnum: também retém a umidade.

Além disso, temos também substratos inorgânicos:

  • Aliflor: contém pedaços de barro que servem para drenar o substrato.
  • Pedra brita: recomendada para drenar o substrato.
  • Carvão vegetal: por fim, é feito através da queima da madeira. Ótimo para eliminar substâncias tóxicas do substrato, possui uma ótima ação bactericida e ajuda no equilíbrio químico para as raízes.

Conclusão

Pronto, agora você já conhece os principais substratos para orquídeas e como utilizá-los da melhor forma.

Ao escolher a melhor combinação de substrato para sua orquídea, leve em consideração o tipo da sua planta. Ou seja, confira se ela é uma orquídea epífita (de árvores), litófita (de rochas) ou então uma orquídea terrestre. Isso porque os substratos serão diferentes para cada planta.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Qual o melhor substrato para orquídeas: 3 tipos"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.