Como fazer intercâmbio de graça: 5 dicas

Em suma, muitos jovens tentam aprender como fazer intercâmbio de graça por serem de baixa renda.

Afinal, fazer intercâmbio é uma experiência enriquecedora que proporciona crescimento pessoal e imersão cultural.

Além disso, um intercâmbio permite aprender e aprimorar idiomas de forma mais rápida, algo acessível para as profissões que viajam muito e ganham bem.

No entanto, o custo financeiro pode ser um obstáculo para aqueles que desejam embarcar nessa aventura.

Mas, tem como fazer intercâmbio de graça, mesmo não tendo condições financeiras para pagar os custos de passagem, moradia e alimentação.

E apesar de existirem outros tipos, as modalidades de intercâmbio para aprender inglês são as mais populares.

O que este artigo aborda:

Como fazer intercâmbio de graça Como fazer intercâmbio de graça
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Quem pode fazer intercâmbio?

De modo geral, qualquer pessoa pode fazer intercâmbio desde que atenda aos requisitos estabelecidos pelas instituições de ensino, programas de intercâmbio ou outras organizações envolvidas.

Normalmente, os intercâmbios são feitos por estudantes de graduação, pós-graduação e profissionais que desejam adquirir experiência internacional em sua área de estudo ou trabalho.

Contudo, também existem programas de intercâmbio disponíveis para pessoas de diferentes faixas etárias, como intercâmbios culturais, programas de voluntariado e programas de ensino de idiomas.

Assim, cada programa pode ter seus próprios requisitos em relação ao nível de proficiência no idioma, histórico acadêmico, experiência prévia, entre outros.

Portanto, é essencial pesquisar e encontrar um programa de intercâmbio adequado aos seus interesses, habilidades e objetivos.

Como fazer intercâmbio de graça?

Antes de aprender como fazer intercâmbio de graça, você precisa de algumas informações e de tomar algumas decisões.

Veja quais são as principais informações para que você consiga um intercâmbio gratuito.

1. Escolha um país

Existem algumas agências de intercâmbio que trabalham com poucos países, enquanto outras abrangem um número maior de nações em seu catálogo.

Para isso, o ideal é pesquisar os melhores países para morar e trabalhar. Além disso, o país pode ser escolhido por uma série de fatores, como:

  • Cultura que deseja conhecer;
  • Maiores oportunidades de emprego;
  • Maior receptividade;
  • Empregos temporários relacionados à tecnologia.

Por isso, você precisa ter um objetivo e analisar todos estes fatores.

Melhores países para fazer intercâmbio

  1. Estados Unidos da América;
  2. Reino Unido;
  3. Canadá;
  4. Austrália;
  5. Alemanha;
  6. França;
  7. Japão;
  8. Irlanda;
  9. Holanda;
  10. Portugal;
  11. Espanha;
  12. Inglaterra;
  13. Itália;
  14. Noruega.

2. Decida quanto tempo vai durar

Você precisa se decidir sobre quanto tempo dura o intercâmbio. Essa é uma escolha difícil a ser feita, mas essencial, já que define que tipo de visto você vai precisar.

Afinal, é possível fazer esse tipo de viagem durante poucas semanas, meses e até mesmo anos.

3. Tire o seu passaporte

O passaporte é essencial para fazer intercâmbio. Pois, sem ele, não há viagem, já que você estaria irregular no país, correndo risco de ser extraditado.

4. Tente conseguir um intercâmbio gratuito

Aprender como fazer intercâmbio sendo pobre é simples, mas ser aprovado pode ser um desafio.

Contudo, existem algumas opções que você pode considerar para conseguir um intercâmbio gratuito, conheça sobre cada uma delas a seguir.

Bolsas de estudo

Existem bolsas de estudo oferecidas por instituições educacionais, organizações governamentais, embaixadas e fundações.

Além disso, também existem muitos programas de bolsas disponíveis para estudantes internacionais, tanto para graduação quanto para pós-graduação.

Essas bolsas podem cobrir total ou parcialmente as despesas do intercâmbio, incluindo mensalidades, hospedagem, alimentação e passagens aéreas.

Programas de intercâmbio patrocinados

Algumas organizações, empresas e governos oferecem programas de intercâmbio totalmente financiados de modo que fique grátis para o aluno.

No entanto, esses programas geralmente têm requisitos específicos e processos seletivos rigorosos, mas podem ser uma ótima oportunidade para estudar no exterior de graça.

Portanto, fique atento a oportunidades como essas e se candidate a elas quando estiverem disponíveis.

Trabalho voluntário

Algumas organizações internacionais oferecem programas de trabalho voluntário no exterior.

Assim, você pode se candidatar para ajudar em projetos sociais, ambientais ou educacionais em troca de acomodação, alimentação e, às vezes, até mesmo ajuda com as passagens aéreas.

Essa pode ser uma opção interessante se você estiver disposto a contribuir com seu tempo e esforço em troca da experiência de um intercâmbio.

Acordos de intercâmbio entre instituições

Algumas universidades e faculdades possuem acordos de intercâmbio com instituições estrangeiras.

Esses acordos podem incluir isenção de taxas de matrícula e possibilidade de hospedagem em dormitórios estudantis.

Logo, você precisa verificar junto à sua instituição de ensino se ela possui parcerias desse tipo e se você atende aos requisitos para participar desses programas.

Hospedagem gratuita

Existem plataformas online, como o Couchsurfing, que permitem que você fique na casa de pessoas locais de graça durante sua estadia no exterior.

Embora essa opção não cubra as despesas relacionadas à educação, pode ajudar a reduzir de forma significativa os custos com hospedagem.

5. Tire o visto

Se você tem interesse em aprender como fazer intercâmbio de graça, deve saber que o visto é caro e não pode ser tirado em todas as capitais do Brasil.

Muitos programas de intercâmbio e bolsas de estudo já incluem os custos do visto. Mas, caso você tenha nenhum dos dois, pode buscar programas de isenção de visto.

Afinal, alguns países têm programas de isenção de visto para certos tipos de viagens, como turismo ou visitas de curta duração.

Além disso, em alguns casos, durante eventos e ocasiões especiais, alguns países podem oferecer isenção temporária de visto, permitindo que os visitantes entrem sem pagar pelas taxas.

Conclusão

Saber como fazer intercâmbio de graça é muito importante, mas também é necessário ter muita persistência para ser aprovado em algum programa de incentivo.

Por isso, pesquise muito sobre todas as informações necessárias para que você consiga fazer um intercâmbio gratuitamente.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Como fazer intercâmbio de graça: 5 dicas"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.