Como organizar as finanças pessoais: 4 dicas

Um dos maiores desafios das pessoas é saber como organizar as finanças pessoais, afinal, gastar é uma necessidade.

Contas básicas como água e eletricidade estão cada vez mais caras, e produtos inflacionados também comprometem boa parte da renda.

E claro, também queremos ter nossas coisas, e geralmente é nesse momento que acabamos comprometendo nossa renda. 

Então, se é difícil manter as contas em dia, quem dirá conseguir poupar dinheiro.

O que este artigo aborda:

Como organizar as finanças pessoais Como organizar as finanças pessoais
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Como organizar as finanças pessoais?

Veja 4 dicas sobre como organizar as finanças pessoais de forma prática.

1. Nunca gaste mais do que ganha

Primeiramente, é preciso não gastar mais do que ganha, esta dica é essencial para você aprender como organizar as finanças pessoais.

Essas pessoas cometem o erro de não observar quanto dinheiro possuem antes de efetuar uma compra, sobretudo as feitas através do cartão de crédito.

Talvez elas não gostem de pensar sobre a compra, mas, elas terão que fazer isso quando a fatura do cartão chegar, e então vai ser tarde para tomar as melhores decisões.

Geralmente é neste momento em que as pessoas se endividam.

Portanto, sempre reflita sobre o quanto você ganha e gasta quando for fazer uma compra.

Caso a compra seja parcelada, pense no quanto vai entrar todo mês e o quanto essa compra vai tirar do seu orçamento.

Além disso, considere no impacto que essa mensalidade terá na sua renda.

2. Tenha suas contas em dia

A segunda dica de como organizar as finanças pessoais é não criar dívidas.

O grande problema de ter dívida atrasada é que ela funciona como uma bola de neve.

Primeiro você atrasa um pouco, ela gera juros, você atrasa mais um pouco e mais juros.

Quando você notar, os juros daquela dívida já são maiores que o preço total do produto.

Isso acontece com compras em lojas, financiamentos, empréstimos, etc.

Por isso, é essencial tomar cuidado ao fazer uma compra e ter em mente se cabe no seu orçamento.

Pessoas que entram em dívidas desse tipo param de comprar, afinal, todo seu salário e esforços ficam direcionados para as parcelas.

Além disso, esse tipo de situação pode fazer mal para a saúde mental do indivíduo.

3. Tente poupar dinheiro

Não há nada que traga mais conforto do que saber que você está pronto para uma emergência.

Da mesma maneira que nada é mais desesperador do que saber que seu dinheiro é sempre zerado no final do mês, não sobrando um centavo sequer para poupar.

Uma boa gestão financeira pessoal envolve guardar uma parte do salário todo mês para emergências e compras futuras.

4. Pense na melhor forma para se comprar

Por fim, a última dica de como organizar as finanças pessoais é manter as contas em dia.

Pois, ter dinheiro poupado é importante para o futuro. Mas, ter suas conquistas e aumentar seu patrimônio também podem estar no seu cronograma. Afinal, não se vive apenas para sobreviver.

Mas, quando for o momento de dar um passo e fazer uma compra grande como a de um imóvel ou automóvel, é importante pensar na melhor maneira de se fazer isso.

As pessoas costumam fazer financiamentos ou empréstimos para conseguir coisas como automóveis e imóveis, mas, essa prática sempre traz juros abusivos que podem comprometer a renda.

Nesses casos, a realização do sonho pode ser inviabilizada ou criando uma dívida de anos ou décadas.

Por isso, uma forma de comprar sem esses juros é através de um investimento de longo prazo ou consórcio.

Os consórcios permitem comprar sem taxas, com parcelas que cabem no bolso e ainda são uma boa maneira de poupar o dinheiro.

Os melhores consórcios são feitos pelas melhores empresas, e para comprovar isso tudo você pode checar a Consórcios Financer.

Eles trabalham com cotas de financiamentos em parceria com as melhores administradoras de consórcios do mercado, garantindo as melhores opções de acordo com o bem que você deseja.

Conclusão

Em suma, muitas pessoas buscam sobre como organizar as finanças pessoais, mas, não colocam o aprendizado em prática.

A organização financeira é um exercício diário com metas e objetivos, além disso, dependendo da meta é preciso muita força de vontade.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Como organizar as finanças pessoais: 4 dicas"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.