Doenças das aves: 17 tipos

As doenças que atingem as aves é um dos motivos que mais preocupa os criadores e também exportadores. 

E principalmente, com o crescimento da exportação dos produtos avícolas brasileiros para diversas regiões é fundamental conhecer mais sobre este tema.

Para auxiliar os criadores, veterinários e tratadores, este conteúdo traz importante conhecimento sobre as principais doenças nas aves para cuidar do seu viveiro ou granja.

O que este artigo aborda:

Doenças das aves Doenças das aves
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Qual é a importância das aves para a economia brasileira?

O Brasil é responsável por 35% da exportação de carne de frango do mundo, devido ao contágio da gripe aviária em diversos países da África, Ásia e Europa. 

O país ocupa posições de liderança no ranking mundial há 18 anos, mas atualmente é o maior exportador mundial. E para manter-se nesta categoria é fundamental conhecer as doenças e o modo de cuidado com estas.

E para a economia interna, isso representa manutenção e geração de muitos empregos, uma fatia importante do PIB nacional. Além, do próprio abastecimento do mercado interno em diversas famílias.

E também, crescimento em pesquisa e vendas de alimentos e medicação para este segmento de produtores de carne de frango.

Quais são as doenças das aves?

Para entender melhor as doenças das aves, segue uma seleção das doenças mais importantes e que podem causar sérios prejuízos a uma granja.

Colibacilose

A colibacilose é uma doença crônica que está presente nos intestinos das aves e é abolido pela fezes. 

Por isso é de suma importância manter os criadouros sempre bem limpos. Pode ocorrer de os pintinhos nascerem contaminados com a doença, por causa da casca dos ovos estarem contaminados. 

Os principais sintomas da doença são:  aerossaculite, peritonite, onfalite, perihepatite. Vale lembrar que os sintomas também podem surgir nas articulações, ocasionando artrite e ou no oviduto levando a salpingite. 

Doença de Newcastle

Essa é uma doença de alto contágio, que atinge aves de todas as idades. O vírus é tão forte que pode causar lesões no sistema respiratório, digestivo e nervoso ocasionando uma mortalidade alta.

É importante salientar que o vírus Newcastle pode causar conjuntivite em humanos, por isso é importante tomar muito cuidado ao manusear as aves contaminadas.

Salmonelose

A salmonelose é uma doença muito preocupante, uma vez que pode causar sérios problemas em humanos, pois a salmonella pode infectar humanos, da mesma forma que infecta animais. 

As principais salmonellas são a pulorose que atinge aves novas e o tifo aviário que atinge principalmente as aves já adultas. O tratamento é feito com antibiótico para aves.

Gripe aviária

A gripe aviária ainda não existe aqui no Brasil, mas é preciso estar sempre atento, pois ela é uma variedade do vírus Influenza, o H5N1, que se hospeda nas aves e pode infectar mamíferos. 

Atualmente o vírus é encontrado na Turquia, Romênia e Inglaterra, mas a sua maior concentração está no Sudeste Asiático. 

Além de trazer muita preocupação aos órgãos oficiais de saúde pública, ela também já proporcionou inúmeros prejuízos na economia do mundo.

Coriza Infecciosa

Essa é uma doença muito comum aqui no Brasil, ela afeta aves de todas as linhagens e com qualquer idade.

Entre os sintomas podemos destacar: conjuntivite, catarro, corrimento nasal, edema na volta dos olhos, e em alguns casos ocorre o fechamento das pálpebras podendo destruir o globo ocular.

Bronquite Infecciosa

A bronquite infecciosa é altamente contagiosa e pode afetar aves de todas as idades. A doença ataca principalmente os rins, o aparelho reprodutivo das aves e o trato respiratório. Tratar com antibiótico para aves é a melhor opção. 

Bouba Aviária

A bouba aviária também é conhecida como varíola das aves, difteria, “caroço”, “pipoca”, “bexiga”.

Ela ataca as aves principalmente no verão, por causa da proliferação de mosquitos que disseminam o vírus de um local para outro, picando e sugando as galinhas.

Doença de Marek

Essa é uma doença viral, que ataca principalmente as aves mais jovens e aparecem tumores nas vísceras das galinhas, no sistema nervoso central e periférico, na pele das aves e também no globo ocular.A doença pode levar a ave à morte.

Encefalomielite Aviária

Sua maior infecção ocorre nas aves jovens, com média de 8 semanas de idade. Os sintomas da doença são tremores e paralisia do pescoço e cabeça

Principais Parasitoses

As principais parasitoses que afetam as aves são:

Coccidiose

Causada por parasitas que provocam lesões no intestino do animal, podendo levá-lo à morte.

Entero-hepatite

Doença conhecida como cabeça negra dos perus ou histomoníase, com alta mortalidade. Afeta principalmente ceccos e fígado, provocando lesões graves.

Verminoses e ectoparasitose

As verminoses são causadas por parasitas que tiram seus sustentos das aves. A ectoparasitose é causada principalmente por moscas, carrapatos, percevejos, mosquitos, etc.

Tratamentos de combate a parasitas

É muito importante o uso de antibióticos como o Provermin, que combate os parasitas sem agredir o animal.

E as medicações devem sempre seguir a indicação da bula e dos profissionais técnicos da saúde animal. 

Doenças de origem nutricional ou metabólica em aves

Veja quais são elas:

Diátese exsudativa

A doença se caracteriza pelo surgimento de edemas e hemorragias subcutâneas, principalmente nas regiões baixas do corpo.

Encefalomalácia Nutricional

As galinhas com a doença perdem a coordenação motora, ficam prostradas e acabam morrendo.

Raquitismo

É causada pela falta de fósforo, cálcio e vitamina D na alimentação das aves.

Micotoxicose

São doenças causadas pela alimentação contaminada por micotoxinas que podem estar presentes na ração ou no milho.

Ascite

A doença faz com que a ave obtenha excesso de líquido no abdômen com relação a lesões hepáticas, pulmonares ou cardíacas.

Tratamentos nutricionais e metabólicos

É indicado a suplementação para que estas tenham o desenvolvimento saudável e adequado.

Existem várias boas opções de suplementação, como o Cevavita, Farinha de cálcio ou Farcálcio Fosfatado.

Método de controle das doenças aviárias

As doenças aviárias podem ser controladas através de atitudes simples, mas que fazem toda a diferença.

Monitore o espaço, mantendo a higiene do pessoal, a temperatura e sem umidade. 

Se caso, houver alguma infestação, mantenha as aves isoladas para que os agentes infecciosos não contaminem as outras aves.

E por último, a vacinação, suplementação e remédios são essenciais para a manutenção da saúde e qualidade da carne de frango.

Compartilhe:

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Doenças das aves: 17 tipos"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.