Como grampear o celular do filho: 7 apps

Saber como grampear o celular do filho ajuda a garantir a segurança dele. Além disso, monitorar o que crianças e adolescentes fazem no celular é essencial para evitar o contato com pessoas e assuntos inapropriados.

Sendo assim, há diversos aplicativos para celulares Android e iOS que ajudam nessa tarefa, limitam o tempo de utilização e monitoram as ações dos filhos, bloqueando recursos e gerando relatórios sobre as ações realizadas nos celulares.

Além da proteção contra buscas e conteúdos inadequados, os pais conseguem acompanhar a localização em tempo real dos filhos e recebem um alerta caso algum incidente aconteça.

Para tal, existem vários aplicativos para rastrear celular até mesmo sem internet. E, além do rastreamento, também tem como grampear o celular do filho de forma eficiente.

O que este artigo aborda:

Como grampear o celular do filho Como grampear o celular do filho
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Como grampear o celular do filho?

Se você busca meios de como grampear o celular do filho, saiba que existem muitos aplicativos disponíveis para que você consiga grampear o celular dos pequenos.

1. mSpy

O app mSpy é um dos mais completos no que diz respeito a controle parental, servindo para ver a localização do smartphone em tempo real, ver o que é digitado nas redes sociais e nas mensagens.

Então, para quem procura por como grampear o celular do filho, o mSpy é a melhor opção do mercado.

2. EyeZy

Já o aplicativo EyeZy funciona mais como um monitorador de smartphone, permitindo ver arquivos e fotos, chamadas feitas e atendidas, etc.

O aplicativo Google Family Link gera um relatório sobre o período de utilização e também controla o que pode ser comprado na Google Play Store.

Além disso, rastreia a localização do celular, oculta apps, bloqueia o dispositivo e limita o seu tempo de uso.

Dessa maneira, os relatórios com as ações do filho no celular podem ser feitos mensalmente ou semanalmente.

Ainda, pode haver até cinco monitores para cada criança. O aplicativo do Google Family Link está disponível tanto para iOS quanto para Android.

Por fim, no momento da configuração do monitoramento parental, é necessário que o celular do filho e dos pais estejam próximos, e que a criança possua no máximo 13 anos.

Saiba também que você deve criar uma conta Google separada para cada criança.

O app do Google para controle parental é uma ótima forma de como grampear o celular do filho, sendo fácil de instalar e intuitivo para configurar.

4. AppBlock

Outra opção, dessa vez necessária apenas no celular da criança, o AppBlock apresenta diversas ferramentas que servem para bloquear o uso de vários recursos (como chamadas, vídeos e fotos), aplicativos e downloads.

Sendo assim, na lista de aplicativos instalados, os pais conseguem bloquear o celular ou apps específicos. Uma vez que diversos perfis de bloqueios podem ser criados e ativados em vários horários no celular, como para a hora de dormir, por exemplo.

Portanto, os pais definem o início e o fim das atividades de acordo com os horários e dias selecionados. Mais um ponto é que usando a localização, também dá para configurar o bloqueio automático.

Além disso, a desinstalação do AppBlock é outro recurso que garante a eficiência das restrições, já que pode ser bloqueada.

No entanto, é necessário habilitar a funcionalidade no app. Outros aplicativos também conseguem fazer parte da lista que impede a desinstalação.

E mesmo não sendo muito completo, o AppBlock é uma solução viável de como grampear o celular do filho. Mas, as funções do app são restritas apenas para bloqueios de aplicativo.

5. Life360

Em suma, o compartilhamento da localização dos usuários é um recurso usado pelo Life360 de maneira eficiente.

Assim, os pais podem acompanhar o percurso do filho recebendo informações de onde ele está ou por onde passou.

Dessa maneira, quando o filho chega no local, você recebe um alerta. Assim, caso aconteça alguma situação de emergência, o app faz uma chamada automática para os perfis selecionados.

Já caso a criança perca o telefone, ele pode ser rastreado. Para isso, basta usar o recurso da localização precisa do Life360.

O Life 360 é mais voltado para a localização e alerta. Ou seja, não é um meio de como grampear o celular do filho, mas pode ser útil para alguns casos.

6. KidsControl

Por sua vez, o monitoramento da localização do filho pode ser feito mesmo sem Internet usando coordenadas específicas do GPS Rastreador da família KidsControl.

Quando há conexão, a precisão fica de 10 a 40 metros maior, mesmo estando em lugares fechados, como estacionamentos subterrâneos, por exemplo.

Sendo assim, no app, vários locais como casa ou escola conseguem ser definidos para que alertas automáticos sejam enviados assim que os filhos chegarem.

Além disso, se o celular de quem é monitorado estiver acabando a bateria, é possível enviar uma mensagem de alerta.

Outro diferencial é poder definir regiões perigosas. Assim, você recebe avisos caso seu filho esteja nelas.

Então, se houver qualquer emergência, o botão SOS encaminha um pedido de ajuda para quem monitora a localização.

Por isso, no que tange controle de localização e segurança dos filhos, o KidsControl é uma alternativa de como grampear o celular do filho de forma eficiente e prática.

Dessa maneira, dá para adicionar vários perfis de monitoramento. Mas, você deve informar o código do convite enviado para iniciar o serviço.

7. Controle Parental Screen Time

Por fim, os assuntos que são visualizados nos sites, redes sociais e outros conteúdos podem ser monitorados usando o Controle Parental Screen Time.

Isso significa que as palavras digitadas nos buscadores do navegador do celular são visualizadas dando mais controle aos pais sobre o que os filhos consomem na Internet.

Então, se você precisa de um controle mais aprimorado da navegação do seu filho na internet, o Controle Parental Screen Time pode ser a solução de como grampear o celular do filho com muitas opções de configuração.

Além disso, dá para controlar o tempo em que o filho passa no smartphone. Já na versão paga do app, os pais conseguem interromper imediatamente as atividades do celular monitorado, limitar recursos durante o horário de aula, receber um resumo diário das atividades e até mesmo dividir o monitoramento com mais perfis.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Como grampear o celular do filho: 7 apps"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.