Como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso: 6 passos

Com tantos problemas de segurança na internet, uma dúvida comum diz respeito sobre como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso.

Primeiramente, tanto para empresas que enviam e-mails para clientes sólidos e clientes em potencial, quanto para as pessoas que usam o e-mail, é preciso fazer a verificação de e-mail por diversos motivos.

Além disso, para as empresas, é preciso fazer isso para que não fique com má reputação de remetente e não diminua a chance de captar clientes e converter leads.

Já que as que se preocupam em como manter um bom relacionamento com o cliente, precisam que os e-mails sejam entregues e que sejam confiáveis.

Ainda, para as pessoas que usam o e-mail, a verificação é essencial para evitar golpes, como dar acesso aos documentos pessoais, senhas, número de cartão de crédito, número de conta bancária, CPF, etc.

Todavia, a boa notícia é que é fácil aprender como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso.

O que este artigo aborda:

Como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso Como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso
Pin It

Fonte da imagem: Pexels

Por que verificar se um e-mail é válido e confiável?

Em suma, para comerciantes, fazer a verificação de e-mail é essencial para manter a reputação do remetente. Afinal, se tiver uma má reputação, os e-mails vão para o spam do destinatário (cliente).

Ainda, como muitos clientes e usuários não possuem conhecimento em tecnologia, eles não tem como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso.

Por isso, é essencial que as empresas zelem por estes clientes através de boas práticas no envio de e-mail marketing. Já que os e-mails são ótimas estratégias de como trabalhar com vendas online.

Mas, para isso, é preciso ter uma boa entregabilidade. Já que cerca de 20% de todos os e-mails são desativados ou sucateados todos os anos.

Assim, se você não faz a validação dos e-mails da sua lista, vai diminuir a taxa de retorno.

Ademais, pessoas que usam e-mail diariamente para outros fins ganham outros benefícios ao verificar os e-mails.

Pois, devido ao aumento do uso e as facilidades trazidas pela tecnologia, muitos golpes são aplicados pela internet.

Logo, fazer a análise do e-mail remetente garante mais segurança ao abrir suas mensagens, evitando golpes, perdas financeiras e de dados pessoais.

Por fim, para aprender como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso, você pode usar ferramentas e soluções.

Como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso?

A seguir, aprenda como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso.

1. Verifique o remetente

A primeira etapa para você aprender como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso é verificar o remetente do e-mail.

De modo geral, órgãos do Governo e Bancos não costumam enviar e-mails para trocar senha, fazer recadastramento, emitir alertas de cobrança e afins sem o usuário solicitar.

Além disso, analise a URL do e-mail no site oficial da instituição e compare com a URL que enviou a mensagem. E se tiver dúvidas, entre em contato com a empresa.

Por último, é preciso ter muita atenção já que golpistas podem registrar endereços eletrônicos parecidos com o de empresas oficiais.

2. Cuidado com anexos

Muitas vezes as pessoas clicam em anexos recebidos, pois, pensam que não tem como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso.

Já em outros casos, ao verificar o e-mail, pode ser que não tenha links e que o remetente pareça confiável.

Porém, se possui um anexo na mensagem, não faça o download sem ter um antivírus confiável instalado.

Além disso, se o e-mail possui arquivos compactados ou executáveis, e não foram solicitados por você, descarte-o.

Os links contidos em e-mails podem ser perigosos, então, não clique neles sem antes fazer a verificação do e-mail e a URL ao qual você será direcionado.

É comum que e-mails maliciosos o encaminhe para páginas de phishing com o objetivo de roubar seus dados.

4. Desconfie de mensagens altruístas

Se você recebe mensagens altruístas dizendo que você ganhou dinheiro ou uma oportunidade de negócio com muitas vantagens, desconfie. Pois, estas são histórias comuns enviadas por hackers.

Desse modo, eles iniciam conversas, ganham sua confiança, conseguem seus dados e senhas, ou oferecem propostas irreais, mas que parece irrecusável.

Assim, o usuário envia um “adiantamento” ou confia seus dados.

Nestes casos, não adianta aprender como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso já que se trata de uma ação de engenharia social.

Portanto, basta não enviar seus dados e informações pessoais.

5. Cuidado com pedidos de ajuda de desconhecidos por e-mail

Também é comum que hackers enviem e-mails pedindo ajuda e contado histórias comoventes.

Contudo, se você não conhece o remetente, desconfie.

Infelizmente, hackers usam da bondade das pessoas para tirar proveito, por isso, é essencial tomar cuidado.

6. Desconfie de emails que colocam medo

Uma forma comum de golpistas roubarem dados das vítimas é enviando mensagens com os maiores medos da população.

Por exemplo, “Sr. sua conta bancária corre risco de ser invadida e seu dinheiro ser roubado, por favor, clique nesse link para garantir a segurança de seu dinheiro”.

Porém, quando o indivíduo clica, ou um aplicativo será instalado e poderá roubar todos os dados, ou por meio de perguntas nesse link, o usuário repassa dados e documentos pessoais.

Dessa forma, a sua conta ou seu cartão podem ser clonados.

Quais ferramentas usar para verificar se o e-mail é válido?

Para quem deseja resolver o problema de como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso, confira as melhores ferramentas e metodologias para a seguir.

1. Snov.io

A Snov.io é uma plataforma para automação de divulgação para profissionais de vendas e marketing.

Além disso, a plataforma conta com ferramentas de verificação de e-mails, formulários de geração leads, envio e-mails, localizador de e-mails e rastreamento de e-mails.

2. Pingar o servidor de e-mail

Pingar o servidor de e-mail é uma das formas de efetuar a validação do remetente por meio de um aplicativo.

Contudo, esse é um processo técnico, recomendado para quando você precisar validar poucos endereços eletrônicos.

3. Use um software 

Verificar e-mails manualmente é um processo demorado, principalmente se você precisar analisar uma grande quantidade de endereços.

Por isso, você pode usar um software para isso, e assim, descobrir se os endereços são inativos, descartáveis, inválidos ou válidos.

Nesse sentido, a plataforma Snov.io também possui um software que faz essa função. Mas, existem várias alternativas no mercado, como é o caso da RD Station e do MailChimp.

Perguntas frequentes

Veja as respostas para as perguntas mais frequentes sobre como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso.

Como saber se o e-mail do Mercado Livre é verdadeiro?

Primeiramente, existe como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso quando o remetente é o Mercado Livre.

  1. Então, confira o remetente do e-mail para ver se foi enviado pelo Mercado Livre;
  2. Em seguida, revise os links e confirme eles direcionam para o site oficial do Mercado Livre.

Como saber se o e-mail do Mercado Pago é verdadeiro?

Em suma, tem como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso quando se trata do Mercado Pago.

  1. Analise o remetente para saber se foi enviado pelo próprio Mercado Pago;
  2. Além disso, certifique-se de que todos os links levam para o site oficial do Mercado Pago.

Como saber se o e-mail da Apple é verdadeiro?

Resumidamente, a Apple nunca solicita informações por e-mail. Portanto, nunca envie seus dados.

Além disso, verifique se os links do e-mail enviam para o site oficial da Apple.

4. Como saber se o e-mail da OLX é verdadeiro?

Todos os e-mails da OLX possuem @olx.com.br no final.

Assim, não clique em links de e-mails que supostamente são da OLX mas possuem o final diferente.

5. Como saber se o e-mail do Facebook é verdadeiro?

De modo geral, o Facebook não solicita dados por e-mail. Além disso, caso tenha clicado em um e-mail suspeito, troque a senha da rede social.

6. Como saber se o e-mail do Instagram é verdadeiro?

Primeiramente, todos os e-mails do Instagram terminam com @instagram.com.

Por isso, desconfie de e-mails que dizem ser do Instagram mas possuem qualquer outra terminação.

Conclusão

Em suma, essas são as principais informações para você aprender como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso. Mesmo assim, sempre tenha cuidado antes de abrir um e-mail e fazer download dos anexos.

Afinal, existem muitas pessoas mal-intencionadas na internet que enviam e-mails diversos para roubar dados pessoais.

Para saber mais sobre como saber se um e mail é verdadeiro ou falso, veja o vídeo do canal As dicas de informatica.

Portal Útil

Portal Útil

Estamos sempre em busca de assuntos para escrever artigos e guias para direcionar os nossos leitores à solução de um problema cotidiano.

Sem comentários

Deixe seu comentário

O que achou do nosso texto "Como saber se um e-mail é verdadeiro ou falso: 6 passos"? Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão abaixo.